Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Logotipo da ESMP
espaço

Monday , 25 de june de 2018

Justiça Terapêutica é tema de debate na Escola Superior

Evento analisou experiências dos Estados Unidos e de Portugal
Evento analisou experiências dos Estados Unidos e de Portugal

A Escola Superior do Ministério Público (ESMP) e a Federação de Amor Exigente (FEAE) promoveram o “Ciclo Internacional de Palestras: Desenvolvimento da Justica Terapêutica na América e em Portugal” nesta segunda (25/6), na sede da ESMP em São Paulo.

Cerca de 100 pessoas participaram do evento, entre promotores e procuradores de justiça, servidores e estagiários do MP, advogados, médicos, enfermeiros, psicólogos, estudantes, entre outros.

Na abertura do evento, o Promotor de Justiça assessor da ESMP Reynaldo Mapelli Junior destacou que as questões relacionadas com dependência química envolvem todos os setores da sociedade.

“Para termos efetividade nas políticas públicas é necessário reconhecer a importância da Justiça Terapêutica em relação à dependência química. Dessa forma, poderemos buscar soluções para melhor aplicação da lei penal sem desconsiderar o tratamento daqueles que sofrem de dependência química”, argumentou Reynaldo Mapelli.

Também participaram da mesa de abertura do evento José Roberto Rochel de Oliveira, Procurador de Justiça e membro do Conselho Superior do MPSP, Hugo Andrade Gravanita, Cônsul Geral Adjunto de Portugal no Brasil e Miguel Tortorelli, Vice-Presidente da Federação do Amor Exigente (FEAE).

 

Palestras

O foco principal dos eventos foi debater a aplicabilidade e efetividade da Justiça Terapêutica a partir da troca de experiências entre Brasil, Estados Unidos e Portugal.

A primeira exposição foi ministrada por Jeffrey Zinsmeister, advogado, ex-diplomata, consultor de políticas públicas internacionais, membro do Instituto de Política sobre Drogas da Universidade da Flórida. Os debatedores foram Mario Sergio Sobrinho, Procurador de Justiça da Procuradoria de Justiça Criminal e Guilherme Athayde Ribeiro Franco, Promotor de Justiça de Campinas.

Já na segunda mesa, o debate ficou a cargo de Carlos Fernandes Fugas, Psicólogo, especialista em Comunidades Terapêuticas para adictos e Terapia Familiar. Os debatedores foram Reynaldo Mapelli Júnior, Promotor de Justiça Assessor da ESMP e Carlos Macayochi de Oliveira Otuski, Promotor de Justiça de Jaboticabal.

mesa de aberturaPrimeira mesaSegunda mesa


espaço
espaço

CENTRO DE ESTUDOS E APERFEIÇOAMENTO FUNCIONAL
ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO

Rua Treze de Maio, 1255 - Bela Vista - São Paulo (SP) - CEP 01327-001 - PABX: (11) 3017-7755/7989/7990

Todos os direitos reservados

 
espaço