Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Flickr
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Flickr
Logotipo da ESMP
espaço

Thursday , 31 de october de 2019

23º Congresso de Meio Ambiente e 17° Congresso de Habitação e Urbanismo do MPSP foi sediado na Escola Superior

A palestra de abertura foi proferida pela Ex-Senadora e Ex-Ministra do Meio Ambiente Marina Silva
A palestra de abertura foi proferida pela Ex-Senadora e Ex-Ministra do Meio Ambiente Marina Silva

Marina Siva durante palestraTeve início, nesta quinta-feira (24/10), o 23º Congresso de Meio Ambiente e 17° Congresso de Habitação e Urbanismo do Ministério Público do Estado de São Paulo.

O evento aconteceu na sede da Escola Superior nos dias 24 e 25 de outubro com a participação de mais de 250 pessoas, entre membros, servidores e estagiários do MPSP nas modalidades presencial e online.

Na abertura do evento, o Promotor de Justiça Assessor da ESMP Roberto Barbosa Alves ressaltou a qualidade da legislação ambiental brasileira e a influência do poder econômico na gestão ambiental. Ele também lembrou que ainda há uma enorme disparidade entre o que a lei determina e as ações que são efetivamente implementadas.

 “O Ministério Público, assim como as demais instituições dotadas de poder coercitivo e conhecimento para garantir que o Meio Ambiente não seja sacrificado pela lucratividade, são figuras centrais desse debate”, argumentou Roberto Barbosa Alves.

Segundo ele, esta é a principal importância deste evento: “analisar as iniciativas do Estado e a aplicação da lei para entender os avanços e retrocessos na gestão ambiental”.

Participaram da mesa de abertura do evento Lídia Helena Ferreira da Costa dos Passos (Subprocuradora-Geral de Integração e Relações Externas); Marina Silva (Ex-Senadora e Ex-Ministra do Meio Ambiente) e Luiz Otavio de Oliveira Rocha (Desembargador do TJSP).

A abertura do Congresso contou também com a presença de Eduardo Trani (Subsecretário de Meio Ambiente da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo); Gabriel Bittencourt Perez (2° Vice-Presidente da APMP) e Denilson de Souza Freitas (Promotor de Justiça/CAO-Cível).

Público do eventoPromotor de Justiça Roberto Barbosa Alves durante abertura do eventoMarina Silva e Promotora de Justiça Regina DAmasceno

Palestra de abertura

Para a senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, estamos vivendo uma crise ambiental sem precedentes, que alcança toda a humanidade. “Não é uma crise ambiental apenas, mas uma crise civilizatória na qual estão englobadas as crises econômica, social, ambiental, política e de valores”, disse ela durante a palestra inaugural.

Marina Silva disse que o Ministério Público, a Justiça, a sociedade e as instituições têm papel fundamental para que se confira sustentação aos ganhos e não se permitam retrocessos e abusos cometidos contra o meio ambiente. “Invertemos o ideal do ser para o ideal do ter. Nos sentimos felizes se temos coisas. Mas imagine 7 bilhões de pessoas desejando ter coisas e a economia produzindo para isso. Haja energia. O problema é que o planeta é finito. Não temos mais planeta para consumir”, afirmou a senadora. “Temos que refazer o caminho para sair dessa crise”.

 

Oficinas de trabalho

Antes da abertura solene do Congresso, foram realizadas duas oficinas de trabalho com assessores técnicos do Ministério Público. A primeira debateu casos práticos sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR) com mediação da Promotora de Justiça Cristina Godoy.

Já a segunda oficina de trabalho versou sobre transporte coletivo e foi mediada pelo Promotor de Justiça Valcir Kobori.

Promotora de Justiça Cristina GodoyPromotor de Justiça Valcir Korori e Sérgio PiovesaPromotores de Justiça Karina Cione, Valcir Kobori, Maria Alzira de Alvarenga e Cristina Godoy

 


espaço
espaço
 
espaço
Rua Treze de Maio, 1259 - Bela Vista - São Paulo (SP) - CEP: 01327-001 - PABX: (11) 3017-7755/7774/7990

Todos os direitos reservados