Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Flickr
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Flickr
Logotipo da ESMP
espaço

Monday , 29 de june de 2020

Webinar sobre prova no processo penal reuniu participantes de 15 estados do Brasil

Evento já conta com mais de 8 mil visualizações
Evento já conta com mais de 8 mil visualizações

Foto das abertura do webinarNa última quinta (25/6), teve início o “Webinar Internacional: temas contemporâneos sobre a prova no processo penal”. Participaram membros, servidores e estagiários do Ministério Público de São Paulo, membros de 15 Ministérios Públicos estaduais, além de integrantes do Ministério Público Federal e da sociedade. Transmitido ao vivo pelo Youtube da Escola Superior do MPSP, o webinar já conta com mais de 8 mil visualizações.

Na abertura do evento, o procurador-Geral de Justiça do MPSP, Mario Sarrubbo, ressaltou a grande quantidade de novas leis no ordenamento jurídico brasileiro, sendo essencial um debate com diferentes visões. “É importante também ter uma visão ampla de algo que é um instrumento fundamental para se conseguir a pretensão punitiva na área penal, quando nos deparamos com a infração”, avaliou Sarrubbo.

Para o diretor da Escola Superior do MPSP, Paulo Sérgio de Oliveira e Costa, é muito relevante a participação da sociedade nos debates jurídicos. “Esses assuntos que são discutidos interessam essencialmente à sociedade brasileira”.

Todas exposições estão disponíveis no nosso canal no Youtube! Assista e comente!

Clique aqui para assistir.

 

Temas principais

O webinar contou com quatro painéis principais com temas abrangentes que deram base aos demais assuntos debatidos pelos expositores: “Contexto da instrução probatória / Novas tecnologias”, “Prova, verdade e obrigações processuais penais positivas”, “Contexto da decisão e distribuição de erros” e “Produção, valoração probatória e colaboração premiada”.

Este evento é uma realização da Escola Superior do MPSP, do Ministério Público de São Paulo, do Ministério Público Federal, da Escola Superior do Ministério Público da União e da Associação Nacional dos Procuradores da República.

 

Painéis expositivos

Contexto da instrução probatória e novas tecnologias

A primeira exposição ficou a cargo de Fábio Bechara, promotor de Justiça, falando sobre a “Modelagem de dados e Procedimento probatório”.Já Bruno Calabrich, procurador regional da República, abordou o tema “E-evidences e Cooperação Internacional: paradigmas e desafios".

Neste painel, a mediação ficou a cargo de Joana Franklin de Araújo, promotora de Justiça, mestre em direito pela USP e o presidente de mesa foi José Roberto Fumach Junior, promotor de Justiça e doutorando em processo penal pela USP.

Palestrantes do painel 1Promotor de Justiça Fábio BecharaBruno Calabrich, procurador regional da República

 

Prova, verdade e obrigações processuais penais positivas
O juiz federal, Frederico Pereira, abordou o tema “Prova, acertamento fático e obrigações processuais positivas”. Já o tema “Obrigações processuais penais positivas na dinâmica probatória” ficou a cargo de Douglas Fischer, procurador regional da República.

A mediação foi feita por Valéria DiezScarance Fernandes, promotora de Justiça do #MPSP. Para este painel, a presidência da mesa ficou a cargo de Daniel de Resende Salgado, procurador da República.

Participantes do painel 2Frederico Valdez Pereira, juiz federalDouglas Fischer, procurador regional da República

 

Contexto da decisão e distribuição de erros
Este foi o painel que contou com a presença do jurista espanhol Jordi Ferrer Beltrán, professor titular de filosofia do direito da Universidade de Girona. Ele falou sobre o tema “Uma teoria para definição sobre os standards probatórios no processo penal”.Já Vitor de Paula Ramos, advogado e doutor em direito pela Universidade de Girona, debateu “As faces do erro da decisão sobre os fatos no processo penal”.

Para mediar este painel, a ESMP convidou Angélica Ramos de Frias Sigollo, promotora de Justiça do MPSP. Já o presidente de mesa foi Luís Felipe Schneider Kircher, procurador da República e doutorando em processo penal pela USP.

Participantes do painel 3Jordi Ferrer Beltrán, professor titular de filosofia do direito da Universidade de Girona Vitor de Paula Ramos, advogado

 

Produção, valoração probatória e colaboração premiada
Para o encerramento do webinar internacional, contamos com a exposição de Gustavo Badaró, advogado e professor titular de processo penal na USP, sobre o tema “Valoração Probatória na colaboração premiada”. No último painel, também teve a exposição de Marcos Alexandre Coelho Zilli, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo e professor da USP. falou sobre o “Direito das partes à oitiva do colaborador: requisitos e limites”.

A mediação deste painel foi feita por Roberta AmáFerrante Alves, promotora de Justiça, especialista em direito e a presidência da mesa ficou a cargo de Ronaldo Pinheiro de Queiroz, procurador regional da República e doutor em direito pela PUC/SP.

Participantes do painel de encerramentoGustavo Henrique Badaró, advogadoMarcos Alexandre Coelho Zilli, desembargador do TJSP

 

Para assistir ao evento na íntegra clique aqui!


espaço
espaço
 
espaço
Rua Treze de Maio, 1259 - Bela Vista - São Paulo (SP) - CEP: 01327-001 - PABX: (11) 3017-7755/7774/7990

Todos os direitos reservados