Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube

espaço

Monday , 17 de april de 2017

Em São Paulo, Gianpaolo Smanio participa de debate com Alexandre de Moraes

Para ministro do STF, tribunais deveriam ter varas especializadas em corrupçāo
Para ministro do STF, tribunais deveriam ter varas especializadas em corrupçāo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes afirmou nesta segunda-feira (17/4), em Sāo Paulo, que acabar com o foro privilegiado nāo significa o fim da impunidade em casos de corrupçāo que envolvem políticos. Ele defendeu ainda que sejam realizadas melhorias nos mecanismos de prevençāo de crimes contra a administraçāo pública.

Para ele, os tribunais deveriam ter varas especializadas em crimes de corrupçāo e crime organizado para dar mais agilidade aos processos. De acordo com o ministro, o STF dará prioridade às investigações de corrupçāo originadas com as delações da Odebrecht. "Por que os mecanismos preventivos da administraçāo sāo falhos? Precisou de um mensalāo, um petrolāo, e daqui a alguns anos vamos ter outro  "ão" se nāo atacarmos a prevençāo. Como bilhões foram desviados e ninguém percebe? Precisou um delator delatar. Se nāo houvesse um delator, ia continuar", afirmou Moraes.

Além de falar sobre a Lava Jato, o ministro participou de um almoço-debate onde ministrou uma palestra sobre segurança e cidadania para um grupo de empresários e autoridades. Participaram também do evento
o Procurador-Geral de Justiça, Gianpaolo Smanio; o vice-governador do Estado, Márcio França; o prefeito de Sāo Paulo, Joāo Doria, o secretário da Justiça, Márcio Elias Rosa; da Segurança Pública, Magino Alves; o presidente do Tribunal de Justiça, Paulo Dimas; o presidente da OAB/SP, Marcos da Costa; e o presidente da Assembleia Legislativa, Cauã Macris.

Sobre segurança pública, o ministro do STF disse que a questāo deveria ser tratada no mesmo patamar de saúde e educaçāo. Caso contrário, entende ele, nāo será possível o país dar um salto de qualidade nos serviços públicos essenciais. "Nāo adianta nada o Brasil crescer em outras áreas mais prósperas se a cada esquina as pessoas têm medo de perder suas vidas", disse.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço