Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube

espaço

Tuesday , 07 de august de 2018

Insper fará pesquisa de modelo que prevê fraude em licitação antes da irregularidade

Debate marca início de parceria entre instituição de ensino e o Ministério Público
Debate marca início de parceria entre instituição de ensino e o Ministério Público

Nesta segunda-feira (6/8), o debate "como Aprimorar o Impacto do Ministério Público na Gestão e Políticas Públicas" realizado na sede do Insper marcou o início de mais uma promissora parceria entre a academia e o MPSP. As duas instituições assinaram um Termo de Cooperação para que a escola apoie o MPSP na identificação e diagnóstico de entraves que comprometem a eficiência na gestão pública, por meio da análise de dados e com suporte na tecnologia. O acordo objetiva também a formação do agente público a partir da possibilidade de concessão de bolsas de estudo pelo Insper a integrantes do Ministério Público. O professor Paulo Furquim anunciou que a primeira pesquisa em que o Insper trabalhará terá como escopo a detecção de fraudes em licitação antes de a irregularidade se materializar.

O promotor Fábio Bechara, que falou em nome da instituição no debate, saudou a iniciativa, ressaltando a importância dos modelos preditivos. A discussão foi mediada pelo professor Milton Seligman e encerrada pelo procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio. "O que o país precisa é encontrar os bons gestores", declarou o PGJ. O evento foi prestigiado por procuradores, promotores, servidores, professores e alunos do Insper. Antes do início do debate, e economista Marcos Lisboa, que preside a instituição de ensino, fez uma reflexão sobre a atuação do Ministério Público, que Furquim mais tarde viria classificar como extremamente relevante e complexa. De acordo com Lisboa, quem é responsável por fiscalizar e auditar não deve avaliar a qualidade das políticas públicas. Para Bechara, a aproximação com a academia melhore a atuação dos promotores e também prepara a instituição para o futuro. Os procuradores Paulo Sérgio de Oliveira e Costa (Subprocuradoria de Justiça de Planejamento), Liliana Mercadante Mortari (Órgão Especial), Mônica Desinano (Órgão Especial) e Tereza Exner (Corregedoria) assistiram ao debate, assim como o promotor Eduardo Dias.

 

As fotos do evento podem ser vistas neste link.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço