Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube

espaço

Friday , 14 de september de 2018

Gaeco deflagra operação contra crime organizado em conjunto com PM e Polícia Civil

Houve apreensão de grande quantidade de drogas, armas e valores
Houve apreensão de grande quantidade de drogas, armas e valores

Na manhã desta sexta-feira (14/9) uma força-tarefa do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), contando com apoio da Polícia Militar, deflagrou em diversas cidades paulistas a Operação Recadastro, objetivando enfrentar a organização criminosa PCC. A operação envolveu cerca de 200 policiais militares e 60 viaturas. Além das prisões executadas, foi apreendida grande quantidade de drogas, armamento e material de contabilidade dos negócios criminosos. É a segunda etapa de um trabalho integrado com as Polícias Civil e Militar visando a desestruturar a organização criminosa, além de realizar a coleta e a análise de dados e informações sobre seu esquema de funcionamento. 

Nessa nova fase, policiais militares e promotores de Justiça do Gaeco cumpriram 59 mandados de busca e apreensão e 81 mandados de prisão em dezenas de cidades de diversas regiões do Estado de São Paulo, em paralelo ao oferecimento de denúncias contra 115 integrantes do PCC. 

Na etapa anterior do trabalho, batizada de Operação Nexus 
e deflagrada em 28 de agosto de 2018 após desenvolvimento em conjunto com a Polícia Civil, foram cumpridos 24 mandados de busca e apreensão e 86 de prisão, tudo aliado ao oferecimento de denúncias contra 108  integrantes da organização criminosa. Somadas as duas etapas, realizadas em menos de um mês, foram formalmente acusados e processados 223 integrantes do PCC espalhados pelo Estado. 

Em sede operacional, houve o cumprimento total de 83 mandados de busca e apreensão e de 167 mandados de prisão. 

As Operações Nexus e Recadastro refletem uma das novas sistemáticas de trabalho do Gaeco, que é a divisão dos integrantes do grupo em forças-tarefas compostas por promotores de Justiça de diferentes regiões do Estado, para novas missões, específicas e predeterminadas, que vão além daquelas atribuições já exercidas nos núcleos de origem. 

No primeiro biênio da gestão do procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, o Gaeco foi uma das prioridades para o Ministério Público de São Paulo. Só em 2017, por exemplo, houve a deflagração de uma operação a cada cinco dias em todo o Estado. 

De acordo com o subprocurador-geral de Justiça de Políticas Criminais e Institucionais, Mário Sarrubbo, a divisão dos integrantes do Gaeco no formato de força-tarefa permite que o grupo realize ainda mais investigações e operações, e que execute missões em âmbito estadual de maneira coordenada. "Há forças-tarefas já instituídas e outras em fase de criação para alcançar diferentes vertentes de atuação criminosa”.

Mais fotos da Operação Recadastro podem ser vistas aqui.

 

 


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço