Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube

espaço

Wednesday, 10 de october de 2018

1ª operação do CyberGaeco resulta em prisão de líder de grupo por desvio de R$ 400 mi

Golpes eram aplicados pela internet
Golpes eram aplicados pela internet

Na manhã desta quarta-feira (10/10), uma força-tarefa da Polícia Civil e do Ministério Público de São Paulo deflagrou a Operação Ostentação, que visa a desmantelar uma das maiores organizações criminosas que praticam golpes pela internet contra inúmeras vítimas.

 

O CyberGaeco, grupo especial de investigação sobre crimes virtuais, e a 4ª Delegacia de Fraudes Patrimoniais por Meios Eletrônicos, órgão do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) especializado em reprimir crimes praticadas pela internet, com o auxílio de promotores de Justiça Criminais da Capital, da Grande São Paulo e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), além de policiais civis do GER-Deic, cumpriram três mandados de prisão e oito mandados de busca e apreensão.

 

A operação se baseia em modernas técnicas de “Task Force”, em que há efetiva cooperação entre instituições distintas, inclusive de diversos Estados da Federação. A Polícia Civil e o Ministério o Público de Tocantins, para potencializar a ação, compartilharam informações e conteúdo probatório que apontavam a existência de uma importante organização criminosa especializada em fraudes virtuais, especialmente bancárias, atuando com sede em São Paulo, notadamente na capital.

 

Esse segmento da organização criminosa, após o ataque ao patrimônio de número ainda não contabilizável de vítimas, teria amealhado mais de R$ 400 milhões em pouco mais de um ano. P.H.B., o líder da organização que tem apenas 24 anos de idade, adquiriu nos últimos quinze meses diversos bens, incluindo duas Ferraris, três Lamborghinis, uma Maserati, uma MacLaren, uma BMW, um Audi e um Kia que somam mais de R$ 20 milhões, constituindo patrimônio de forma ilícita.

 

P.H.B. ainda é apontado como um dos maiores locadores de jatos e helicópteros de São Paulo. Entre as extravagâncias cometidas por ele, destacam-se viagens para a Europa em jatos particulares, diárias em hotéis com valores que superam R$ 30 mil, compra de roupas e acessórios de alto valor, contratação do uso exclusivo de restaurantes famosos, aluguel de iates e outros gastos realizados à custa das inúmeras vítimas que ainda estão sendo identificadas.

 

 

 

 


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço