Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram

espaço

Friday , 08 de november de 2019

Homem denunciado por Promotoria após torturar e matar filho é condenado em Jaú

Réu foi sentenciado a 33 anos de prisão
Réu foi sentenciado a 33 anos de prisão

O Tribunal do Júri de Jaú condenou Talvanes dos Santos Silva a 33 anos e seis meses de prisão, pelo assassinato de seu filho, a criança L.M.D.S., de apenas 1 ano e 11 meses. O crime foi cometido em 28 de julho de 2016. O julgamento ocorreu na última quinta-feira (7/11), com acusação exercida pelo promotor de Justiça Rogério Rocco Magalhães.

Os jurados acolheram a tese do Ministério Público de que Talvanes, na véspera do homicídio, torturou seu próprio filho com socos na barriga, tapas no rosto, puxões de cabelo e mordidas em várias partes do corpo. No dia seguinte, o réu deu sequência às agressões, mordendo a boca da criança, desferindo-lhe socos no tórax e chacoalhando o filho com extrema violência. A criança chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital dois dias depois.

O laudo necroscópico apontou inúmeras lesões em todo o corpo da vítima e, como causa da morte, o traumatismo cranioencefálico. Além de matar o próprio filho, Talvanes ameaçou e agrediu a mãe da criança, sua então companheira.


O acusado, reincidente e portador de maus antecedentes, respondeu preso ao processo e, pela sentença, deverá permanecer nessa condição até o julgamento de eventual recurso perante o Tribunal de Justiça.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço