Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram

espaço

Thursday , 25 de june de 2020

Franca ganha cartilha sobre formas de combate à violência doméstica contra a mulher

Promotor de Justiça é um dos idealizadores do material
Promotor de Justiça é um dos idealizadores do material

Cartilha Franca

Contando com a participação do promotor de Justiça, Claudio Escavassini, um dos idealizadores da Rede Maria da Penha de Franca, foi lançada no município a cartilha "Vire a página, mulher", inspirada em material do Ministério Público de São Paulo. Criado com uma linguagem de fácil compreensão, o documento 
tem o principal objetivo de disseminar informações sobre as principais formas de violência doméstica e familiar, como é ciclo dessa violência e quais são as medidas de proteção que a Lei Maria da Penha assegura para toda mulher. 

A cartilha traz também os endereços e telefones dos principais serviços de atendimento da rede de proteção feminina. A elaboração da cartilha, a revisão, edição e diagramação foram realizados de maneira voluntária por integrantes da rede e apoiadores, como a artista Camila Souza, que cedeu gratuitamente as artes que ilustram o material, e o Inova Escritório Virtual, responsável pela diagramação da publicação. 

“Nós entendemos que a mulher, ao tomar conhecimento e compreendendo as diversas formas de agressão, pode identificar se está inserida num ciclo de violência e encontrar caminhos para sair dele”, afirma Escavassini. 

A primeira edição sai com tiragem de 5 mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente em lugares públicos de grande circulação de mulheres no município, caso, por exemplo, das Unidades Básicas de Saúde. Além disso, versão em PDF será encaminhada via web para grupos, entidades, associações e interessados de forma geral.

Nascida após evento realizado no município pela Escola Superior do Ministério Público, a Rede Maria da Penha de Franca é formada, além de Escavassini, pelas integrantes da Comissão de Combate à Violência Contra Mulher da OAB Franca Carolina Gonçalves de Oliveira Escavassini e Ana Beatriz Junqueira Munhoz; pela vereadora Cristina Vitorino; pelas integrantes do Grupo Mulheres do Brasil- Franca Eliane Sanches Querino, Lila Crespo e Joelma Ospedal; pela psicóloga Centro de Referência de Atendimento a Mulher Juliana Oliveira de Moura; pela representante do Conselho da Mulher Empreendedora Lívia Maria Gimenes Gomes Limonta; e pela presidente do Conselho Municipal da Condição Feminina, Stella Santana Lima.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço