espaço

Friday , 01 de october de 2021

9ª Câmara Criminal do TJ referenda pena de 57 anos para traficante alvo do Gaeco

Com segunda condenação, réu soma mais de 100 anos de prisão
Com segunda condenação, réu soma mais de 100 anos de prisão

Nesta semana, o Tribunal de Justiça de São Paulo, por intermédio da  9ª Câmara de Direito Criminal, manteve a condenação de cinco indivíduos denunciados pelo MPSP pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, petrechos para a produção de entorpecentes, porte ilegal de armas de fogo, corrupção ativa, uso de documento falso e desobediência. A responsabilização criminal dos acusados sobreveio após investigação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em colaboração com o Gaeco do Paraná.

Em 2018, os promotores apuraram a existência de associação criminosa sediada em Mogi das Cruzes para a prática do crime de tráfico de drogas e outros delitos relacionados. Detectou-se o envolvimento de  W.X.S., um dos maiores traficantes do país. Na chácara ocupada pelo grupo, foram localizados e apreendidos 110,2 quilos de cocaína, 49,9 litros de éter etílico, 32,2 quilos de cafeína, 7 litros de ácido clorídrico, bem como 15 micro-ondas, uma balança de precisão, 29 liquidificadores, além de outros insumos destinados à preparação de entorpecentes. Também foram encontrados um fuzil 7,62 milímetros, seis carregadores, 174 cartuchos 7,62 milímetros, uma submetralhadora 9.0 milímetros sem numeração e com um carregador, uma carabina calibre 22 com três carregadores e um silenciador, uma pistola 9.0 milímetros com quatro carregadores e 43 cartuchos 9.0 milímetros, 28 cartuchos de calibre não identificado, duas miras a laser e uma mira telescópica.

Na ocasião da prisão, W.X.S. ofereceu R$ 1 milhão aos policiais militares para que deixassem de cumprir o ato de ofício. Após oferecimento de denúncia e instrução processual penal, W.X.S. foi condenado a penas totais de 57 anos de reclusão e 30 dias de detenção. Aos demais réus (A.F.S., R.G.L., R.D.S. e J.S.S.), foram impostas penas de 33 anos de reclusão para cada um.
W.X.S., em outo processo, já havia sido condenado a mais de 45 anos de prisão pela prática dos crimes de tráfico de drogas, petrechos para a produção de entorpecentes, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço