Relatório aponta os indicadores de atuação do MP em 2010

O relatório com os indicadores de atuação, contendo dados individualizados por Promotorias de Justiça, relativos ao ano de 2010, foi divulgado nesta segunda-feira (4).

O relatório contendo os indicadores é a continuidade do trabalho apresentado nos dois últimos anos, quando foram reunidas as informações referentes a 2008 e 2009, e revela a movimentação de autos em todas as Promotorias de Justiça do Estado. Todos os dados estão disponibilizados no portal da instituição, com acesso reservado aos membros do Ministério Público.

O Relatório de Atuação, com classificação por entrâncias, foi elaborado com base nas informações fornecidas à Corregedoria-Geral do MP e ao SIS MP Integrado, sistema que reúne os dados da área de interesses difusos a partir de dezembro de 2009.  O SIS MP Integrado possibilitou maior precisão na compilação das informações e para os indicadores de 2010 foram utilizados dados extraídos exclusivamente do módulo Difusos, implantado há mais de um ano.

O relatório de atuação é um dos instrumentos utilizados pela Procuradoria-Geral de Justiça para a tomada de decisões administrativas, como a lotação dos assistentes jurídicos – dos 900 cargos criados, 600 já foram lotados –; e a criação de cargos nas Promotorias de Justiça.

A utilização de indicadores e de critérios objetivos nos principais processos decisórios constitui, segundo o procurador-geral de Justiça, Fernando Grella Vieira, uma conquista importante e imprescindível para a boa gestão da Instituição, pois “orienta a Administração Superior, permite o planejamento e assegura a todos amplo conhecimento da Instituição”.

O relatório foi elaborado pela Assessoria de Gestão e Planejamento Institucional e está disponível aqui.