Link de exemplo

Voltar para Notícias

Ícone da categoria criminal
Criminal

Ex-vereador e ex-funcionários fantasmas da Câmara de Suzano são condenados por peculato

Sentença atende a pedido do Ministério Público

Um ex-vereador e dois ex-funcionários fantasmas da Câmara de Suzano foram condenados por peculato em sentença do dia 21 de setembro. Investigações apontam que o então parlamentar nomeou um homem e uma mulher para ocuparem cargos de assessoria. Os dois, porém, não davam expediente na Câmara, apesar de receberem os salários referentes às funções.

Os cargos públicos exigiam dedicação integral ao serviço e jornada de 40 horas semanais. Entretanto, no mesmo período, o homem ocupava cargo eletivo num sindicato, enquanto a mulher trabalhava como auxiliar de serviços gerais em Ferraz de Vasconcelos. As funções impediram a atuação dos condenados nos cargos para os quais foram nomeados na Câmara de Suzano. 

A pedido do MPSP, o homem recebeu pena de três anos de reclusão, enquanto para a mulher a sentença foi de dois anos. Em ambos os casos, a condenação foi convertida em prestação de serviços à comunidade e no pagamento de um salário mínimo na forma de cestas básicas a serem enviadas para entidades assistenciais. Já ao ex-vereador a Justiça impôs cinco anos de reclusão em regime semiaberto, mais pagamento de multa.