Link de exemplo

Voltar para Notícias

Ícone da categoria criminal
Criminal

Justiça aceita denúncia do MPSP contra policial por disparos em festa sertaneja em Piracicaba

Agente estava em horário de folga com amigos; duas pessoas morreram

A Justiça acatou a denúncia do MPSP feita por meio da Promotoria de Justiça Criminal de Piracicaba contra um policial militar responsável por matar duas pessoas e ferir outras três ao disparar em um show de música sertaneja na madrugada de 20 de novembro de 2022. Ele teve a prisão preventiva decretada.

Os crimes aconteceram após uma briga no camarote do evento. Os tiros acertaram diversas pessoas que assistiam ao show. 

O promotor de Justiça Aluisio Antonio Maciel Neto denunciou o perpetrador dos disparos por homicídio triplamente qualificado (emprego de arma de fogo, motivo torpe e com recurso que impossibilitou defesa) com dolo direto em relação a uma das vítimas e por homicídio triplamente qualificado com dolo eventual à outra.

O policial também foi denunciado por três tentativas de homicídio, também triplamente qualificados, com dolo eventual por conta de mais três vítimas que foram atingidas. 

Ainda foram encaminhados ofícios para o Comando da Polícia Militar e da Polícia Civil com a representação para que regulamentem o disposto no artigo 26 do Decreto 9.847/19, a impedir o ingresso de policiais militares e civis, de folga, em ambientes com aglomeração de pessoas e onde há a venda de bebida alcoólica; e à Prefeitura Municipal de Piracicaba para que regulamente, dentro de seu poder normatizador de concessão de alvarás, a necessidade de apresentação pelo interessado a realizar eventos do sistema de segurança a ser adotado, notadamente revistas, e a disponibilização de espaço adequado para pessoas que possuam o porte legal deixem suas armas, sem ingressarem armados.