espaço

Wednesday, 30 de september de 2015

“Quem se dá bem com gente se dá bem na vida”

MP-SP e agência VML lançam campanha pela tolerância
MP-SP e agência VML lançam campanha pela tolerância

Logo campanha toleranciaO Ministério Público do Estado de São Paulo lançou nesta quarta-feira (30) a campanha “Quem se dá bem com gente se dá bem na vida”, desenvolvida em parceria com a agência de publicidade VML, com o propósito de discutir o preconceito e reduzir a violência gerada pela intolerância.

Para uma plateia de 130 alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Hipólito José da Costa, localizada no Jardim Fontalis (zona Norte da capital), o Procurador-Geral de Justiça do Estado de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa; o Secretário Municipal de Educação, Gabriel Chalita; e o Presidente da VML, Fernando Taralli, que desenvolveu “pro bono” a campanha, falaram sobre a importância do respeito entre as pessoas e distribuíram folhetos sobre tolerância.

Além da escola na zona Norte, a ação aconteceu nesta quarta-feira  em outras nove escolas municipais de São Paulo, onde foram distribuídos 20 mil folhetos da campanha. Confira aqui o folheto.

“Quem aqui torce para o Corinthians?”, perguntou Márcio Elias Rosa para os alunos atentos. Mãos levantadass de uns, enquanto outros se mantêm imóveis. A mesma pergunta se repete, mas sobre os outros times paulistas: São Paulo, Palmeiras, Santos. A cada pergunta um grupo se manifesta, mostrando suas preferências, para, ao final, serem questionados novamente: “quem aqui gosta de futebol?”. O “sim” é praticamente unânime nesta última pergunta. “Vejam, cada um de nós torce para um time, mas todos gostamos de futebol. Todos nós temos diferenças e temos gostos em comum. Temos que ser amigos e nos encantar também pelas diferenças que existem entre nós”, disse o Procurador-Geral aos jovens animados.  “Todos nós temos a capacidade de fazer amigos e de conviver com nossas diferenças”, complementou.

fernando taralli marcio elias rosa e gabriel chalitaApoiador da campanha, o Secretário Municipal de Educação, Gabriel Chalita, também conversou com os alunos, explicou que o Ministério Público é o “grande defensor da sociedade” e disse estar entusiasmado com a parceria. “O Ministério Público se une às escolas para discutir uma palavra essencial para a vida: respeito”, disse. Para Chalita, “não há cidadãos de primeira e de segunda categoria. Ninguém tem o direito de se sentir superior ao outro. Somos iguais em direitos e deveres. Somos todos merecedores de respeito, dignidade e de iguais oportunidades. Por isso, essa ação é tão valorosa para a escola, espaço privilegiado de construção da cidadania.”

Fundamentada na tese de que pessoas mais tolerantes têm mais chances de ser felizes e bem-sucedidas, a primeira ação da campanha teve como foco 13 mil alunos, considerados multiplicadores, devendo abranger cerca de 50 mil pessoas (dentre pais, familiares e amigos).

De acordo com Márcio Elias Rosa, o MP-SP tem como meta se juntar àsociedade na busca de meios e formas de induzir que a Justiça também se dê pela reprovação sistemática e perene de qualquer forma de intolerância. “A nossa aposta permanente é na educação, na consciência coletiva, de que será respeitando as diferenças e as opções pessoais que a intolerância perderá sua força. O que deve encantar é a diferença, ela é que nos torna seres humanos semelhantes”, comenta.

crianças assintem apresentaçãoO evento desta quarta-feira contou com a participação dos Promotores de Justiça Eduardo Ferreira Valério, coordenador do Núcleo de Políticas Públicas do MP-SP, e Antonio Carlos Ozório Nunes, Assessor do Centro de Apoio Operacional de Educação, além de mais de 50 colaboradores da VML que integraram a ação anual de voluntariado de sua rede global, o 11º VML Worldwide Foundation Day. Os profissionais da agência deram início à série de atividades também com bate-papos com alunos, em escolas municipais, além da distribuição dos folhetos da campanha a toda comunidade escolar.

Para Fernando Taralli, presidente da VML, agência que atua em parceria pro-bono com o MP-SP, é motivo de muito orgulho participar deste grande movimento pela Tolerância. “Nós acreditamos no voluntariado como um meio de aprimoramento, tanto como pessoa como profissional, razão pela qual incentivamos a participação de todos os nossos colaborares no desenvolvimento de campanhas como está criada para o MP-SP e, sobretudo, na realização das mesmas. Ou seja: se colocando a serviço da causa, de fato”, destaca Taralli.

Com o mote “Quem se dá bem com gente se dá bem na vida”, a campanha reflete uma série de insights observados em ampla pesquisa com psicólogos, antropólogos, profissionais da educação e empresários. Entre os aprendizados estão a importância da educação mais aberta e o convívio com as diferenças para desenvolverem habilidades sociais muito úteis para os indivíduos. Em resumo, a tolerância gera pessoas melhores, profissionais melhores e, consequentemente, uma sociedade melhor.

crianças recebem folhetoVML Foundation Day – Neste 30 de setembro acontece o 11º VML Foundation Day. O evento é uma ação global da VML, que todo ano, como parte das comemorações do aniversário da agência, promove um dia de voluntariado. Na data, os colaboradores dedicam um dia de trabalho para alguma causa que beneficie a sua comunidade. No Brasil, a primeira mobilização ocorreu no ano passado em prol do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID), do Ministério Público do Estado de São Paulo. A ação criada pela agência adotou táticas comuns nos tempos de eleição – a distribuição dos tradicionais “santinhos” – e ocorrerá nas estações de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Ao longo desses anos, muitas ações foram marcantes para as comunidades onde operam os escritórios da VML. “Retribuir tem sido fundamental para a VML desde o início de nossas operações,” afirmou Jon Cook, presidente e CEO. Alguns exemplos das campanhas encampadas neste VML Foundation Day globalmente são: em Kalamazoo/Michigan, será pintado um mural na comunidade; em Sydney/Austrália, a participação será num programa de prevenção ao suicídio entre crianças e adolescentes. Em outras localidades, entidades não governamentais serão apoiadas pelos escritórios da agência, como, por exemplo, o American Cancer Society e o Atlanta Food Bank. Os escritórios da VML que fazem ações no mesmo dia são: Kansas City, Kalamazoo/Michigan, Chicago, Nova York, Atlanta, Seattle, Sydney/Austrália, NATIVE VML (Cidade do Cabo), Londres, China, Japão, Polônia, Brasil, VML Qais (Jakarta, Mumbai e Singapore) e Milão/Itália.

 


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço