Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube

espaço

Friday , 11 de august de 2017

Gaeco Guarulhos consegue condenação de 19 pessoas por tráfico e lavagem de dinheiro

Denúncia foi apresentada no âmbito da Operação Revolução
Denúncia foi apresentada no âmbito da Operação Revolução

O núcleo de Guarulhos do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) obteve, na última terça-feira (8/8), a condenação de 19 pessoas denunciadas no âmbito da Operação Revolução, que investigou crimes de tráfico de entorpecentes, extorsão, estelionato, latrocínio, lavagem de dinheiro e contra a administração pública.

De acordo com a denúncia, assinada pelos promotores de Justiça Carolina Zanin Lopes, Tatiana Callé Heilman e Eduardo Neves Canto Neto, os réus se associaram para traficar substâncias ilícitas nas imediações e nas dependências da penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos. O grupo agiu ainda para dissimular a origem criminosa de recursos financeiros oriundos do tráfico. 

Segundo o apurado, os condenados fazem parte de organização criminosa que tem como principal reduto a unidade prisional citada, possuindo integrantes também no CDP III de Pinheiros e na unidade de regime semiaberto do  Belém, além de grupos menores de membros em presídios do interior do Estado. A organização conta ainda com integrantes que estão fora do sistema prisional, “responsáveis pelo ingresso de drogas, armas de fogo, aparelhos celulares, carregadores, chips e tablets nas unidades carcerárias e pela arrecadação, movimentação e lavagem de dinheiro dos valores advindos das práticas espúrias da organização criminosa”.

Os réus condenados e suas respectivas penas são os seguintes: Alexandre Verdugo Baldo Ongaratto (28 anos, dois meses e 10 dias de reclusão, mais multa), Benilton Duarte Teles da Silva (sete anos, nove meses e 10 dias de reclusão, mais multa), Claudio Nonato da Silva (39 anos, dois meses e 20 dias de reclusão, mais multa), Cristiano dos Santos (16 anos, sete meses e 15 dias de reclusão, mais multa), David Bezerra da Silva (33 anos e 10 meses de reclusão, mais multa), Donizete Roberto Rosa (45 anos e oito meses de reclusão, mais multa), Eleni de Souza Rosa (sete anos, três meses e um dia de reclusão, mais multa), Eliu Martins de Oliveira (33 anos e 10 meses de reclusão, mais multa), Erilane da Silva Costa (quatro anos de reclusão convertidos em prestação de serviços comunitários, mais multa), Gildásio Gomes dos Reis (16 anos, sete meses e 15 dias de reclusão, mais multa), Jadi Caroline Evangelista da Silva (seis anos e oito meses de reclusão, mais multa), José Eduardo Pedroso Borges (53 anos, três meses e 10 dias de reclusão, mais multa), José Jardel da Silva (oito anos e nove meses de reclusão, mais multa), José Propício da Silva Júnior (28 anos e oito meses de reclusão, mais multa), Maria de Nazaré Florentino (quatro anos de reclusão, convertidos em prestação de serviços comunitários, mais multa), Rosangela Machado da Silva (seis anos e oito meses de reclusão, mais multa), Rinaldo José de Oliveira (89 anos, nove meses e 10 dias de reclusão, mais multa), Tatiana Aparecida da Silva (seis anos e oito meses de reclusão, mais multa) e Viviane Rodrigues Capiotto (29 anos, três meses e 10 dias de reclusão, mais multa).


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço