espaço

Wednesday, 15 de august de 2018

MPSP obtém liminar para que Google torne indisponíveis endereços que abordam suicídio

Decisão atende a pedido de promotora da Infância e Juventude
Decisão atende a pedido de promotora da Infância e Juventude

Atendendo a pedido da promotora de Justiça da Infância e Juventude da Capital Luciana Bergamo, a Justiça determinou (em caráter liminar) que o Google Brasil torne indisponível o conteúdo de endereços eletrônicos com ilustrações nas quais uma menina ensina como se enforcar. A decisão é do dia 31 de julho. 

Além de acolher o pedido, a Justiça também concedeu acesso ao MPSP aos registros dos provedores que divulgaram as mensagens. 

A Justiça entendeu que as imagens propagadas pela internet violam o direito à vida, à saúde e à dignidade de crianças e adolescentes, visto que instigam o suicídio e, por conter um nítido apelo infantil, podem influenciar crianças e adolescentes, considerando a fase peculiar de desenvolvimento em que se encontram.

Em ação civil pública, a promotora requisita a disponibilização dos registros de acesso e aplicações de internet sob sigilo e a indisponibilização de conteúdos infringentes à legislação em página da rede mundial de computadores.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço