Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram
Atalho para Facebook
Atalho para Twitter
Atalho para Youtube
Atalho para Instagram

espaço

Tuesday , 13 de august de 2019

Justiça acata pedido do MPSP e impede que Alexandre Nardoni passe para semiaberto

Benefício havia sido concedido sem realização do exame de Rorschach
Benefício havia sido concedido sem realização do exame de Rorschach
Atendendo a pedido feito pelo Ministério Público de São Paulo em agravo em execução, o Judiciário decidiu cassar a progressão de regime prisional de Alexandre Nardoni, um dos condenados pela morte de Isabela Nardoni. Em 30 de abril, decisão de primeiro grau havia permitido que o réu passasse para o regime semiaberto.  

O benefício foi concedido ao condenado sem a realização do Teste de Rorschach, imprescindível, no entender do promotor de Justiça Luiz Marcelo Negrini de Oliveira Mattos, para verificar se o sentenciado preenche os requisitos necessários para sair do regime fechado. 

A 4ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo deu provimento ao agravo interposto pelo MPSP para cassar a progressão concedida, determinando a realização urgente do exame de Rorschach, que consiste de dez pranchas com borrões de tintas que possuem características que contribuem para a associação das imagens mentais que envolvem ideias e afetos. As respostas revelam dados a respeito do desenvolvimento psíquico, das funções e sistemas cerebrais do indivíduo.

Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço