espaço

Thursday , 08 de july de 2021

Compra superfaturada de imóvel em Ilhabela leva a bloqueio de bens de ex-prefeito

Medida atinge ainda médicos, corretores e engenheiro
Medida atinge ainda médicos, corretores e engenheiro

A pedido da Promotoria de Ilhabela, um ex-prefeito do município, dois médicos, três corretores de imóveis e um engenheiro agrônomo tiveram os bens bloqueados em ação por improbidade administrativa. O limite da indisponibilidade é de R$ 4.015.000,00 para cada um dos réus. 

Na ação, o promotor Valter Luciano Leles Junior relata que a administração de Ilhabela desapropriou um imóvel no bairro de Perequê e pagou aos antigos proprietários o total de R$ 6,5 milhões. Perícias realizadas pelo Centro de Apoio à Execução (CAEx) do MPSP e pelo Judiciário, contudo, observaram que o imóvel tinha valor de mercado estimado em pouco mais de R$ 2 milhões. 

De acordo com o apurado, os envolvidos viabilizaram a compra superfaturada do prédio realizando "laudos de avaliação em completa dissonância com a realidade". O então prefeito colaborou com a irregularidade ao ratificar os atos praticados e celebrar o termo de acordo, gerando prejuízo multimilionário ao erário municipal.

Ação de número 1000863-42.2021.8.26.0247.


Núcleo de Comunicação Social

Ministério Público do Estado de São Paulo - Rua Riachuelo, 115 – São Paulo (SP)
comunicacao@mpsp.mp.br | Tel: (11) 3119-9027 / 9028 / 9031 / 9032 / 9039 / 9040 / 9095
espaço
espaço

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Rua Riachuelo, 115 - São Paulo - CEP 01007-904 - PABX: 11 3119.9000

Horário de Atendimento: das 9h às 19h

Todos os direitos reservados

 
espaço